Izaura Nascimento Soares

 

O Sorriso De Uma Estrela



Textos


Realidade Embaçada 

Os meus olhos observam os pingos 
D'agua cair na vidraça da janela,
Lá fora molha a terra que antes
estava tão seca.
Hoje o solo vibra de alegria por
Receber a benção do céu purificando 
Assim o ar, que estava tão abafado
nos impedindo de respirar.

De repente os meus olhos ficam
embaçados. Eu olho para a vidraça vejo
Tudo embaçado. Eu me pergunto:
São os meus olhos que estão embaçados 
Ou é a vidraça que está embaçada?
Imediatamente pego uma flanela, limpo
O vidro, momentaneamente volta a 
brilhar, mas, logo embaça novamente.
Eu penso, São os meus olhos que estão 
embaçados. Pingo uma gotinha de colírio 
E logo fica melhor. Ingenuidade minha,
Nada de melhor aconteceu. Então, fecho
Os meus olhos e deixo os meus pensamentos 
Voarem e chegar num passado ressente 
Donde a beleza das flores são tão perfeitas, 
A terra agradecida pela fertilidade do solo, as
Borboletas felizes voam sem parar.

Ainda com os meus olhos fechados eu me
Permito passear e olhar para aquela maravilha
E penso, como é bela a natureza, uma beleza
um pouco rústica, mas que não deixa de ser encantada.

Abro os meus olhos vejo a realidade nua e crua.
De repente, os meus pensamentos param de sonhar e olho para a realidade que está na minha frente que não é agradável de se olhar.
Tudo está desmoronando na minha frente, a
Cidade está um caos.

Ah, que bom seria se eu tivesse a simplicidade 
Da chuva para regar um pouco os corações duros
de emoções! Quisera eu ter as palavras certas 
para te acalmar.

Ah, que bom seria se eu tivesse a alma límpida 
Para renovar e iluminar o caminho a seguir.
Quisera eu poder misturar os ingredientes certos 
e fazer valer somente a presença do amor.
Quisera eu poder seguir a minha jornada até o fim!

17/05/2016


 
Izaura N Soares
Enviado por Izaura N Soares em 18/08/2020
Alterado em 18/08/2020


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras